Visita de Carlos Moedas ao GNRation

//Visita de Carlos Moedas ao GNRation

Visita de Carlos Moedas ao GNRation

O GNRation recebeu hoje a visita de Carlos Moedas, Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação da UE. Responsável pelo Horizonte 2020 neste quadro comunitário (2014-2020), tem o maior orçamento de sempre, 80 mil milhões de euros. Esta pasta foi-lhe atribuída pelo Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Carlos Moedas de visita ao GNRation

O comissário europeu para a investigação, ciência e inovação anunciou a criação de um novo programa de apoio às startup’s. Por considerar que os modelos existentes não dão resposta às exigências concretas de financiamento das empresas que estão a revolucionar a área da inovação e do desenvolvimento tecnológico.

Carlos Moedas

Carlos Moedas

O anúncio feito ontem pelo comissário Carlos Moedas seguiu-se a uma deslocação à Startup Braga. Ali estão incubados alguns dos projetos mais inovadores do país, na área da inovação médica. As “biotechs” que operam no GNRation foram as empresas selecionadas pelo preseidente da Starup Braga para “impressionar” o comissário europeu. A Phosphorland também marcou presença no evento.

A reunião de Carlos Moedas com a realidade bracarense permitiu-lhe concluir que apenas uma startup incubada em Braga já foi financiada diretamente por dinheiros da Comissão Europeia.

A troca de opiniões com os jovens empreendedores levou o também ex-secretário de Estado Adjunto de Passos Coelho a concluir a necessidade de a Comissão Europeia criar um programa de financiamento específico para as startup’s.

«O novo projeto de financiamento inscreve-se no Centro Europeu de Inovação». Disse o comissário europeu, à saída do encontro com os jovens empreendedores da Startup Braga.

Carlos Oliveira vai integrar equipa que seleciona apoios

O comissário europeu disse «é fazer com que sejam os empreendedores a decidirem totalmente aquilo que querem fazer». Ao invés de serem os responsáveis pelo financiameno a perguntar-lhes o que pretendem ou indicar-lhes o que é melhor.

«Queremos que os criadores de startup’s venham ter com a Comissão Europeia e nos digam quais são as ideias novas que querem concretizar em empresas.»

O novo modelo prevê que seja «uma equipa técnica de especialistas em inovação» a avaliar as ideias de negócio. Podem ser apoiadas com um financiamento de 50 mil euros. Nessa equipa vai estar o presidente da InvestBraga, Carlos Oliveira. Este terá uma palavra determinante na atribuição de financiamento às empresas. No presente, o volume de apoio financeiro da Comissão Europeia pode ir até aos 2 milhões de euros.

«Mas ainda vamos ver até onde irão os apoios, no futuro», disse Carlos Moedas.

Reportando-se às startup’s instaladas no GNRation, Carlos Moedas disse que «muitas dessas pessoas nunca imaginaram ter uma empresa.»

«E de não imaginarem serem empresários a conseguirem, aqui em Braga, é muito interessante. É também interessante constatar e verificar a capacidade da InvestBRaga e da Agência para a Dinamização Económica de Braga em dar-lhes apoios de que necessitam.»

«Penso que este modelo faz parte do futuro que nós queremos para a criação da Europa das empresa, da iniciativa empreendedora e da inovação», resumiu Moedas.

Fonte: Joaquim Martins Fernandes, Diário de Noticias – Roteiro da Ciência- 21/12/2016

By | 2017-04-27T18:05:30+00:00 Dezembro 20th, 2016|Phosphorland|0 Comments