As alterações climáticas no setor vitivinícola

As alterações climáticas no setor vitivi
As alterações climáticas no setor vitivi

As alterações climáticas no setor vitivinícola

Abordarei neste artigo a seguinte temática “As alterações climáticas no setor vitivinícola”.

As alterações climáticas são uma realidade! Cientes do impacto das alterações climáticas no setor vitivinícola, as empresas agrícolas devem investir em projetos de Investigação e Desenvolvimento pioneiros. Estes permitem antecipar as circunstâncias que mais afetam a sua atividade e integrar medidas de adaptação às novas circunstâncias globais.

Práticas sustentáveis e uma postura em linha com as ameaças do clima têm de fazer parte da estratégia de todos os produtores. Conhecer para antecipar tem de ser o foco da estratégia dos agricultores para fazer face aos desafios impostos ao setor vitivinícola em virtude das alterações climáticas que já se fazem sentir.

As alterações climáticas

A desregulação das estações do ano – responsável por invernos demasiado quentes ou verões muito chuvosos – tornou evidente a inevitabilidade da adaptação do setor à nova realidade.

Um conjunto de práticas sustentáveis em toda a cadeia de valor, desde a vinha e a adega até ao consumidor, num ciclo virtuoso de aumento da resiliência que protege a atividade da empresa e o valor dos seus vinhos até aos consumidores, torna-se necessário investir e implementar, tais como, a captura e armazenagem da água da chuva para uso industrial, a instalação de centrais fotovoltaicas, ou a redução das emissões de gases com efeito de estufa através da redução do peso das garrafas e do aumento da eficiência energética nas suas instalações, sensores e sistemas de controlo.

 

Algumas notícias sobre agricultura:

  • “E se viver no campo fosse uma tendência?” – Ler artigo
  • “Fernando Paiva, o produtor de 74 anos que trocou os sulfitos por flores de castanheiro” – Ler artigo
  • “Falta de água pode tornar Portugal semelhante ao Norte de África, alerta investigador” – Ler artigo

 

Se quiser ler outros artigos sobre a Nova Agricultura – Ler mais

Eng.º José Rui Gomes – IT Manager – Universidade do Minho, Jornal Terras do Demo, de 21 de novembro de 2019

Por Raul Pinheiro

Licenciado em Engenharia Agronómica pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo, tendo feito Erasmus, na University of Environmental and Life Sciences, em Wroclaw - Polónia. MBA em Agronegócios pela Universidade de São Paulo, Brasil.